2 min read

A Ordem do Interser

A Ordem do Interser

A Ordem do Interser (Tiep Hien em vietnamita) é uma comunidade de monásticos e leigos que se comprometeram a viver suas vidas de acordo com os Quatorze Treinamentos da Atenção Plena, uma destilação dos ensinamentos do Bodhisattva (Ser Iluminado) do Budismo Mahayana.

Estabelecida pelo Venerável Thich Nhat Hanh em Saigon, em 1966, a Ordem do Interser foi fundada na tradição Linji da prática meditativa budista e enfatiza os Quatro Espíritos: desapego a pontos de vista, experimentação direta da natureza da originação interdependente através da meditação, adequação, e meios habilidosos.

Os primeiros seis membros da ordem, ordenados juntos em 5 de fevereiro de 1966, eram colegas e alunos de Thich Nhat Hanh que trabalharam com ele no alívio do sofrimento da guerra por meio de projetos organizados pela Escola de Jovens para o Serviço Social. Ao ingressar na Ordem do Interser, eles se dedicaram à prática contínua da atenção plena, do comportamento ético e da ação compassiva na sociedade.

Os seis primeiros integrantes da Ordem do Interser, no Vietnã

Por causa dos deslocamentos causados pela guerra e o exílio de Thich Nhat Hanh do Vietnã, nenhuma ordenação adicional na Ordem ocorreu por quinze anos. Então, começando em 1981, Thich Nhat Hanh convidou para a Ordem alguns dos muitos alunos leigos e monásticos que estudaram e praticaram com ele no Ocidente. Em 2006, a Ordem havia crescido para incluir aproximadamente 1000 praticantes leigos e 250 praticantes monásticos fora do Vietnã.

Em 2006, durante sua primeira visita ao Vietnã após 39 anos de exílio, Thich Nhat Hanh ofereceu novamente uma ordenação da Ordem do Interser a praticantes comprometidos no Vietnã. Um ano depois da visita de Thich Nhat Hanh, em conjunto com o estabelecimento de centros monásticos no Vietnã praticando sob sua supervisão, a Ordem cresceu no país para incluir centenas de novos integrantes monásticos e leigos.

Para saber mais, visite o site da Ordem Internacional do Interser.


Texto traduzido do inglês para o português do Brasil por Eduardo Furbino para A Outra Margem. Versão original disponível no site de Plum Village. Leia nossas notas de tradução.